Saturday, November 01, 2014

A Arte

A propaganda marqueteira da política é pobre e nociva, sim... Mas, existe outra que é mais sofrível e inócua: a da Arte. A ARTE é mais sábia, e todo esforço em elevar um nome é patético, pois não é o Humano que eleva, mas a ARTE assinala e cria o cenário. Não adianta dizer para um amigo queimar os escritos, como Kafka pediu, era desejo da ARTE que ele permanecesse. O que permanece não é decidido por curadores e semanários, prêmios, antologias, etc.  Alguns não são os ditos - Assinalados - e querem permanecer e para isto se esforçam em apagar aquilo que os nubla, podem demolir a matéria alheia, jamais o desejo irreverente e forte do espírito da ARTE. Beleza não se constrói com nada além do espírito da beleza, para marcar seu nome na ARTE é necessário antes de tudo Não-ser, e dentro deste Não-ser esvaziar-se e oferecer-se, uma Liturgia. E além da Arte emoldurada e sangrada, há que se ter CARISMA.