Thursday, October 06, 2005

azul noturno


















































desenho:
ane fiuza


AZUL NOTURNO


O anjo louco do casario deserto.
Era invisível feito música.
De noite subia na árvore.
De dia descia ao poço.


A voz – imã de luz.
O perfume – avenca suave.
A sombra – azul noturno.
O olhar de mar – salgado.


Anjo sem céu.
Anjo da terra.
Enlouquecido
de som e luz.



(Bárbara Lia)