Monday, May 31, 2010

aos que morreram em águas internacionais

------

Quando dormem as estrelas
Ouço o eco dos séculos
chega em perfume de sândalo
rasga-me em cimitarras frias
acende a lua crescente
em meu coração Amrik

Bárbara Lia