Tuesday, December 21, 2010

Eu, Kátia e Beatriz

Uma Cena Boreal


(Para Kátia Torres Negrisolli
Beatriz Bajo & Bárbara Lia)


Teu vulto claro
e cereal
embebido na manhã lapã
como a coruja do ártico
em sua leveza

estende-nos
num trigal deitado
ao vento

ao som
de duas ocarinas

e não há trópico que desdenhe
de nosso calor certeiro
e liberto
de ave

>>>>>>>>>>>>>>

Patos enfileirados
fecundam
horizontes

ASSIS DE MELLO



Kátia Torres contou em email desta poesia do livro Assis de Mello, muito bom estar ao lado das poetas paranaenses no livro do Chico que é um poeta biólogo que mixa os sons das matas, dos bichos e da vida com a essência humana.