Monday, October 10, 2005

um certo olhar










Matisse - Odalisque
*

UM CERTO OLHAR


Negros! Negros! Respiração
De oceanos. Éden bordado.
Jóia rara! Talismã!
Guardião secreto do fogo.
Quando me fitas,
Me acaricias em pétalas.
Quando me vou
Ardente pássaro me segue.
Arca de sonhos, língua
De seda – anjo exilado
Em ilha de poemas.
Versos de tempestade
Inundando meu corpo e alma.


Bárbara Lia