Monday, April 16, 2007

CACTO & JASMIM



.
.
.
.
.
.
.
.

.

Busco equilíbrio entre o cacto e o jasmim.
Silêncio abissal de desertos.
Ruidosa rua de pedras.
Sou sempre: solidão ou multidão.


A voz cristal de Deus me apavora.
Meu coração uma gruta:
Com espinhos de cactos.
Com perfume de jasmins.


No varal da alma
o aviso:
Aqui jaz a perfumada ilusão.

BÁRBARA LIA

(O sal das rosas - Lumme editor, 2.007)