Wednesday, December 05, 2007

A ARTE DE SEMEAR ESTRELAS

Frei Betto enviou-me o novo livro dele que saiu pela Rocco - A arte de semear estrelas.
(Cantos - Encantos - Recantos)
.
Dentro destes pequenos cadernos fisguei nesta tarde poesia pura. Mais do que zonza com a dedicatória - para Bárbara que domina a arte de semear estrelas - Feliz Natal! Frei Betto.
Em um Natal nem lembro de que ano eu entrei em uma loja e fiquei pensando - o que a gente compra para o Natal de um Frei? E no final trocamos livros e livros e poesia, e a vida continua e eu vou continuar aqui, recolhento estrelas:
"Segue o conselho de Ulisses e foge dos que mastigam lótus em busca da amnésia que produz ilusão de felicidade"
(pg. 55)
"Só então compreendi por que René Descartes foi encontrado morto na Biblioteca Nacional, em Buenos Aires. Uma fina espátula prateada atravessava-lhe o coração. Suspeita-se que o assassino chama-se Jorge Luis Borges, mais conhecido pelo alcunha de "El Brujo".
(pg. 25)
"A arte jamais alcança a plenitude de corpos celebrando a fusão de almas"
(pg.109)