Wednesday, December 12, 2007

DI CAVALCANTI






















Casario e barcos - Di Cavalcanti (1921-1964)
.
Eles (os artistas) não amam a vida. Amam a arte como a um mito. E eu amo sobretudo a vida, esta vida que vem como os calores sexuais de baixo para cima.
DI CAVALCANTI
(Carta a Mário de Andrade - 1923)