Thursday, December 27, 2007

A ÚLTIMA CHUVA DE 2007

ilustração - Ane Fiuza


Não vivo o ritmo dos calendários.  
Novos tempos nascem como as crianças e a gente se aquece com o deslumbramento, mas, o novo também precisa ser cuidado, necessita o acalanto - desde a hora de limpar o líquido placentário até o instante do aconchego e do aleitamento. Devo amamentar, cuidar, zelar por um novo tempo... Eu o chamo: tempo da delicadeza.

Mas, o tempo que corresponde oficialmente a 2007 foi especial, com direito à publicação de - O sal das rosas - e - A última chuva - muitos recitais, muita troca... A notícia boa da publicação do meu romance -Solidão Calcinada - no primeiro semestre de 2.008. Andar pela XV com aquela sensação gostosa *minha vida sempre passa pela XV* mais uma vez eu atravessei a rua das flores com um transbordamento de felicidade...

A pintura é da Ane Fiuza - minha amiga artista plástica - ela leu - A última chuva - e desenhou a Bárbara ali.