Thursday, May 15, 2014

15 de Maio de 1886 - morte de Emily Dickinson - miníma homenagem:




This is my letter to the world,
That never wrote to me,-- 
The simple news that Nature told, 
With tender majesty. 
Her message is committed 
To hands I cannot see; 
For love of her, sweet countrymen,
Judge tenderly of me!

Emily Dickinson

“Esta é minha carta ao Mundo / Que nunca Me escreveu - / As Notícias simples que a Natureza contou - / Com terna Majestade // Sua Mensagem está confiada / A Mãos que não posso ver - / Por amor a Ela - Doces - conterrâneos - / Julguem afetuosamente - a Mim”. Emily Dickinson.
tradução: Alcina Brasileiro Hall.


**

A flor dentro da árvore - poesias escritas entre 2009 e 2011 - epígrafe de cada poesia é um verso de Emily, minha pequena homenagem...




“Dame el ocaso en una copa!”


Velhas estradas bifurcadas
Lentas aparições de fantoches
Nas alamedas do nada

Bárbara Lia
A flor dentro da árvore




“Sinal cifrado para enovelar o divino”
 Trinta e dois ventos
       da rosa dos ventos
Vinte e um gramas
       do peso da alma
Oito países
       a comandar a Terra
UM Deus louco
       pelas ruas bombardeadas  
**A flor dentro da árvore/Bárbara Lia**                   


Mais poesias do livro aqui: