Thursday, July 07, 2005

guizoz ao sol




Escaravelho solar. Tua presença
ilumina – bonsais sorriem.
Manhãs desgarradas seguem
antigas rotas.


Coiote silencioso
sussurrando segredos aos grãos de areia.
No futuro todo o Universo saberá
das belezas – Guizos ao sol.


Sonho ser Castor; Tu Pollux.
Constelação eterna num fictício céu
dos amantes untados de fogo.


Sonho ser a musa de um poeta
suave, esquivo, terno. Sonho
– Astros se curvando ao que nasceu em nós.


Bárbara Lia

photo by Luke Parner