Saturday, April 07, 2007

MEU FILHO MINHA FILHA





"...Meus poemas buscam entender a dor e a alegria dessa criação difícil, desafiadora.
Uso a linguagem que um dia desejei ouvir de meus pais, também separados. Não acredito que o silêncio ou uma imagem seja melhor do que a palavra. O silêncio só começa depois da palavra. É uma recompensa por ter dito, não uma desculpa para não tentar."

Fabrício Carpinejar