Thursday, May 10, 2007

SAMPA

.
.
.
.
.

.
.






Bárbara Lia e Camaleoa
foto Thais Yanami


Para levar no coração as horas memoráveis:


* rever a Camaleoa e conhecer Eduardo Barrox, que me convence a ficar mais um dia em Sampa para conhecer os poetas do Café Literário - http://cafe-literario.zip.net/ ;
* conhecer Marcelino Freire, ter o carinho dos poetas Celso de Alencar e de Beatriz Helena Ramos do Amaral, dos amigos de Osasco, e como sempre, conhecer pessoas que ao descobrirem que você é de Curitiba, citam - claro - Leminski;
* ter como anfitrião o Marcos que reune em sua livraria dentro da Mercearia São Pedro apenas títulos incríveis, merecia um prêmio este moço, quem dera todas as livrarias do mundo tivessem este cuidado, eu que sou contra as fogueiras, apoiaria uma que queimasse - todos os livros de auto-ajuda;
* passear no azul cobalto e pelo mundo de Clarice Lispector;
* descobrir que em São Paulo cedem lugar no metrô para a poeta de pé enfaixado, isto não acontece em Curitiba...