Thursday, July 31, 2008

A poesia rima pouco e expande mais



Já tentei croché
Já tentei tricô
Já fiz pão e fiz teatro.
Entrei pra esquerda,
cutuquei o partido;
Fiz bolo e artesanato.
Tentei de tudo, tentei de nada.
Fui Zé Ninguém e dona-de-casa.
Já dormi sonhando reis,
Já dormi sonhando putas,
amantes de Sol, amantes de Lua.
Mas não me encaixei em nada
E fui ser coringa no meio da rua.

Amanda Bigonha Salomão

http://www.astexturasdosanjos.blogspot.com/

foto - Amanda - http://www.flickr.com/photos/cirandadepedra/