Tuesday, August 12, 2008

Camille


A. Rodin

Ária de adeus nos lábios do amante

Guirlanda de nenúfares em cascata

quando chega ao chão petrifica o rio

Ninfa das árvores a recuperar o tempo

o corpo imberbe que esculpias

Danaê alva no atelíê

escuro

Corujas na vidraça

enganando o dia

BÁRBARA LIA


Para Camille com uma flor de pedra