Tuesday, January 18, 2011

CASA DA MEMÓRIA TRISTE - MÁRCIO DAVIE CLAUDINO

(revisitação à Desdêmona)

1

Hoje a lua está mais leve
prenhe de presságios.

A sua cisma está mais leve
mas ela ainda pensa que enlouqueceu.

Recorda sempre o tempo
em que andou por casas de saúde

mas nem uma palavra
sobre os abismos meus.

2

Ela desliza num mar platinado
de antigos sonhos e quartos

escondida
da sindrome do pânico

bebe nossas memórias
nos garrafões do vento.

3

Lolita de Egon Schiele
reinaugurou virgens uivos

e reabilitou velhos lobos

Agora arrepende-se por quase tudo
e desmonta-se num choro incomensurável.

4

Hoje
vim buscar seus fiapos

sentir o fogo do seu coração
colher o orvalho de sua testa


ouvir seu pranto (sua lógica infiel)
pelo engano de todos esses anos.

5

Hoje
fui chamado à sua casa

onde enterrei um baú de ossos
e versos lamentáveis.

Muito depois desse tempo
meus braços criaram carnes

minha boca teve fomes
meu sangue latejou de desejos

minha alma nutriu-se
de outros sonhos

6

Vim aqui servir-lhe o café da manhã
na bandeja da ilusão.

A mesma que um dia
também me serviu.

Volto
para trocar as camisas

(de quem é a da derrota?)

ao final do jogo
em que tudo deu errado.

7

Mas sobra ainda nos retratos
a ponta de um sorriso triste

E após uma entrega
das mais felizes

atuamos em outros campos
com camisas desprezadas

(Torcendo um pelo outro?
Não, que a paixão é egoista).

8

Hoje
superado o desastre da perda

(Somos solidários no câncer e no desamor)

amparo, ainda ssim,
outras flores mortas ejaculadas

e dos desertos
teus áridos solos de amor

9

Nossos dedos
não trocaram alianças

nem fomos mais felizes
do que ainda podemos ser.

Somos apenas peixe e anzol, lua e sol,
num horizonte tardio

que se entreolham
num breve sorriso meio triste

cheio de suposições
que podem dizer muitas coisa e nada

ou qualquer clichê, como esse
de um poema que troca sua camisa desprezada;

10

Hoje o sol está mais leve
prenhe de augúrios.

Reverencio a casa
de outra amada

-


(Antologia 44º Femup - 2009
3º Lugar Nacional)