Sunday, February 06, 2011

Poesias da série premiada no Prêmio UFES

*


“Dentro da minha flor me escondo”



Baile das harpias
Em árvores carbonizadas
Rindo do fim
Fumaça sangra
Nosso jardim
A alma do éden
Adoentada.





“O pedigree do mel não diz nada a uma abelha”



O rancor dos homens
Contaminou as flores
As abelhas
Morreram de cólera
Adocicada


Último zumbido
Acordou o Sol
Em cadência afinada
Qual canção do Vangelis



“Toda coberta de insidioso musgo”

Sol magenta de maio
Alma dos ancestrais
No corredor
As goiabeiras
O relógio cuco
O mundo tinha musgo
No chão
Nas paredes
No vão das cercas
Nos alfarrábios
O mundo inabitado - Esquecido
Que se fecha sem ruído
Em saudade - Evapora
Azul de signos
Molhado de lágrimas


Bárbara Lia