Wednesday, November 02, 2011

O SAL DAS ROSAS - BÁRBARA LIA



O SAL DAS ROSAS





Leito de um rio de sal.

Cresce em mim

o desnecessário.



Apodreço em rosas.

Rio sem foz.

Lua duplo espelho

no coração das águas.



Lembranças,

esperanças

naufragam abraçadas

no involuntário rio

onde acordo.




O sal das rosas (Lumme Editor)