Tuesday, March 19, 2013

Pina - Win Wenders


Outro filme que demorei a ver:
Pina, de Win Wenders

http://www.wim-wenders.com/movies/movies_spec/pina/pina.htm

O filme é hipnótico. Uma dança da alma que a gente vive, emprestamos as almas dos bailarinos e este voo poético equivale a um mergulho em uma espécie de cura. E no palco com cenário de lua - chove. Eu nunca parei para pensar se existe chuva na lua. E aquela chuva na superfície de cor lunar, e as rochas da lua e a entrega. Eu também dançaria na lua, mergulharia em suas águas rasas. Também atiraria baldes e baldes de água em todos os passantes. Flutuar branco, atirar-se sem redes, incorporar personas nos túneis sombrios onde as locomotivas dançam e as paredes evocam a arte urbana. O tributo a Pina Bausch é belíssimo. Posso dizer que ontem eu dancei com quem acelera o voo. Como na canção... Eu não sei dançar tão devagar... Marina Lima, sim... Casamentos ecléticos, pensamentos loucos, a vida para mim é isto - esta dança incessante - túneis, montanhas, ruas, lua... E tudo passa tão rápido. Tudo passa, rápido...