Thursday, December 15, 2005

Márcio Claudino

Meu amigo Márcio Davie Claudino da Cruz é o primeiro colocado no
Concurso de Poesia Helena Kolody 2005 - 15ª edição. Da Secretaria
do Estado da Cultura.
Parece que foi ontem que nós conversamos sobre a primavera de Bandini-
Espere a primavera, Bandini...
Parabéns ao Márcio, nesta primavera.
Um poema do Márcio que foi segundo colocado no concurso Leminski
do Cead Lapa em 2.000:
.
NOS DESCAMINHOS DA PALAVRA
*
Nos descaminhos da palavra
Estava escrito que céu é êxtase mirrado de sono azul.
Céu às vezes rubricado por raio de luar
E da estrela da manhã,
De brusquidão e lusco-fusco de navegação tenebrosa.
Nos descaminhos da palavra
Um reiventar o agonizante desfecho da tarde
E os solos de música derreada das charnecas.
Nos descaminhos da palavra,
Desaprender a cada dia o nome das coisas.
Nos descaminhos da palavra a palavra poesia dá sinônimo
À pedra...
Travesseiro onde descansar a cabeça mirrada da górgona...
Envio o meu coração embalsamado na urna memorial que voa.
Mando-te em veludo
A conta das dores dos dias em que te conheci.
Dias em que o descaminho da palavra amor
Nunca tanto significou
Colapso
*
- Márcio Davie Claudino da Cruz -
O resultado do concurso - que teve categoria Nacional e categoria Paraná - recebi a notícia do Márcio, e agora entrei no site e descobri que o Ricardo Corona - deve ser ele com este Miguel que eu não conhecia, mas, o concurso nacional foi vencido pelo editor da Oroboro - o poeta Ricardo Corona, e na categoria Paraná - my best friend - lindo - Márcio - com todo o respeito de suas musas - e do meu menino - que não se arda em ciúme e nunca deixe de assobiar Bach e ler seus poemas ao meu ouvido, nem de me cobrir de mel com sua íris mutante - um dia verde de vidro - no outro - mel silvestre - Primavera!
Os vencedores são:
Os premiados no Concurso Nacional de Poesia “Helena Kolody”, foram:
1º lugar: Inscrição nº 393 - Ricardo Miguel Corona - “Aspa, aspas” (PR)
2º lugar: Inscrição nº 564 - Marcus Vinícius Quiroga - “Estudo para Aleijadinho” (RJ)
3º lugar: Inscrição nº 442 - Carlos Augusto Bonifácio Leite - “Na casa dos Desprovidos” (MG)

Os premiados no Concurso Nacional de Poesia “Helena Kolody” CATEGORIA PARANÁ, foram:
1º lugar: Inscrição nº 356 - Márcio Davie Claudino da Cruz - “Ando com a pulga”.
2º lugar: Inscrição nº 018 - Miriam Adelman - “Memória”
3º lugar: Inscrição nº 391 - Ricardo Miguel Corona - “Um saco de gato, poesia, cão e prosa”
.
- Márcio anda com a pulga - vai que eu desisto de tomar aquela cerveja para comemorar...
Sem pulgas, Márcio. Please! Hoje estou animada, o céu de Curitiba está da cor dos olhos de Helena Kolody - um dia o Hélio Leites me saiu com esta:
Quando o céu está assim azul é quando Helena Kolody acorda mais cedo e lá do céu olha por todos nós, os poetas.
Esta mulher bela, que eu vi uma única vez, talvez no último lançamento dela, eu com o livro dela em minhas mãos, ela me olha e diz:
- Você é poetisa?
- Sou. Respondi. Então ela me explicou por muitos minutos, do seu começo, de quando guardava papéis sulfite até armazenar o suficiente para lançar um livro, que eu nunca desistisse. Como desistir Helena? Diante deste azul, do amor que em mim baila, de meus filhos sorrindo em luz na minha sala, dos meus amigos verdadeiros que nunca vão manchar a minha imagem com as falsas idéias de quem não sabe que a gente pode matar a pessoa - borrar a sua imagem - mas, nunca nunca a sua poesia. Como não esquecer Helena do seu carinho _ à inspirada poetisa - Bárbara Lia.
Ela fazia questão que a chamassem de poetisa, e me deu conselhos, e me deixou este recado, para não desistir nunca.