Saturday, January 14, 2006

tristão e isolda
















Sir Tristão de Lionesse – cavaleiro e poeta – e
Isolde, filha de Gormond – escandinavo.
Amor narrado em escritos celtas antigos – Mabinogions.
Também narrado por Maria de França, irmã do Rei Henrique II,
da Inglaterra, em um conto conhecido desde o ano 1.000
– Chévre Feuille – (A Madressilva) – As madressilvas
quando mantém os galhos emaranhados, crescem, florescem,
quando separados, morrem, um após o outro.
Assim como Tristão e Isolda.
Estréia amanhã, nos Estados Unidos, o filme Tristan & Isolde,
com James Franco e Sophia Myles.
Ando mergulhada na lenda de Tristão e Isolda.




O PIANISTA DA FLORESTA DE VIDRO

Bárbara Lia



Veio a mim,
de uma página de Tolkien:
Aragorn.
Olhar de névoa
de uma floresta de vidro,
pisando pedras antigas,
pisando meu coração de vidro.
Falava em esperanto
sobre o encanto
das estrelas.
Entre pedras
&
astros:
o milagre.
Clave de sol nos enlaça
ele me oferece a taça
poção do amor
que bebemos juntos.
Tristão & Isolda.


Nuvens rascantes de Piazzola.
Pássaros de Mozarth.
Cascatas de Bach.
Flores de Wagner.
Tudo ressoa
e ainda arde
o olhar
verde vidro
em minha carne.