Friday, January 25, 2008

A UM PASSO DO PÁSSARO... I
























IMAGEM - http://www.iadb.org/idbamerica/Portuguese/JAN02P/jan02p5p6.html



Um pássaro no telhado ao amanhecer, um poema do amigo (Wilson) que leio e a poesia jorra como rio límpido:
.
A um passo
do pássaro
respiro
(Orides Fontela)
.
A vida é um pássaro que voa rápido e que a gente espanta com um respirar. Prendo a respiração e aprendo o exercício da espera, da paciência e do alumbramento. A um passo do pássaro... A um passo de ti... A um passo de poemas que tento reter, e depois deixo voar, de volta ao reino da poesia... Sim, existe um lugar, uma estrada, um sorriso branco, um canto de rio, o rio, o rio, o rio, a rota líquida que contorna tudo, a rota, a trégua, nossas mãos presas, a nuvem manto translúcido azulado, signos sons saudades asas águas...