Tuesday, April 29, 2008

SONATA PARA UM HOMEM BOM




A vida dos outros - Oscar de melhor filme estrangeiro, 2007 - melhor filme que vi até agora, em 2008. Direção e roteiro de Florian Henckel von Donnersmarck, o filme é conduzido de uma forma impecável. A Stasi - polícia da antiga RDA decide investigar o dramaturgo Georg Freyman (Sebastian Koch) e passa a vigiar 24 horas ao dia o escritor e sua namorada Christa-Maria Sieland (Martina Gedeck). O homem que toma para si este encargo Gerd Wiesler(Ulrich Tukur) acaba seduzido pelo casal e o desfecho é sublime. Li em uma resenha de um desses sites de cinema que o desfecho é banal. Eu amei o desfecho. Sonata para um homem bom - uma música e um livro dentro da história - poderia também ser o título do filme. Muito mais que um filme sobre o amor, a espionagem e a questão política que envolvia a RDA antes da queda do Muro de Berlim, é um filme sobre um homem bom entrando na alma de um outro homem e retirando de algum recôndito escondido o seu lado bom. Tem a ver com a Arte, com o que é possível conseguir através dela. E tem a ver com o amor, aquele onde um homem bom consegue que sua amada vá com ele até o limite de tudo, aquele em que se prefere morrer a decepcionar o amado.