Thursday, August 14, 2008

Carpe diem








.

.

.

.

Modigliani



.
Fluxo anêmico dos carros

(de luxo)
sol selado
de adesivos Mc Donald’s.
Arabescos eróticos
na fumaça cinza
da panificadora ao lado.
Semente masculina
perfumada
amaciando o tecido
da minha pele.
Água calêndula no ralo
revela
a forma exata
do rosto estrangeiro
e o sexo formigueiro
de prostituta de Veneza.
Espie pela fresta do Zeppelin
dos sonhos...
Meu mundo:
Sem Florais de Bach
Feng Shui
Mantras.
Músculos da alma
– expostos –

Cicatrizes mortas,
lâmina que corta
escaras
revela
o mármore de carrara
- Vivo -


BÁRBARA LIA

(A última chuva - ME - ed. Alternativas -2.007)