Friday, October 17, 2008

patchwork #6




É monstruoso dizer-se que o artista não serve a humanidade. Ele foi os olhos, os ouvidos, a voz da humanidade. Sempre foi o transcendentalista que passava a raios X os nossos verdadeiros estados de alma.
Anais Nïn


.
Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.
Clarice Lispector


.
Não posso e não vou violar minha consciência para me adaptar ao que está na moda.
Lillian Hellman
. .

Uma palavra morre
Quando é dita
Dir-se-ia
Pois eu digo
Que ela nasce
Nesse dia
Emily Dickinson (trad. Aila de Oliveira Gomes)
.
O escritor original, enquanto não está morto, é sempre escandaloso.
Simone de Beauvoir
.

Sinto-me livre para fracassar.
Hilda Hilst


AXIOMA
Sempre é melhor
saber
que não saber.
Sempre é melhor
sofrer
que não sofrer
Sempre é melhor
desfazer
que tecer
Orides Fontela