Thursday, November 24, 2011

A FLOR DENTRO DA ÁRVORE - BÁRBARA LIA



- Bárbara Lia                                                                   Emily Dickinson






“Sinal cifrado para enovelar o divino”



Trinta e dois ventos
da rosa dos ventos
Vinte e um gramas
do peso da alma
Oito países
a comandar a Terra
UM Deus louco
pelas ruas bombardeadas


“O pedigree do mel não diz nada a uma abelha”





O rancor dos homens
Contaminou as flores
As abelhas
Morreram de cólera
Adocicada

Último zumbido
Acordou o Sol
Em cadência afinada
Qual canção do Vangelis




“Uma migalha de mim”



Teço
Um ego-vidraça
Para que enxergues
Meu Eu


Teço
Uma nuvem lassa
Cortina que qualquer mão
Atravessa


Teço
Um hímen de fumaça
Sobre a virgem essência
- tudo o que sou Eu





“O gelo da morte na vidraça”



Láudano para as dores reais
estas que bailam
nos olhos ejaculados

Para as dores invisíveis
chá de espectros
na chávena em chamas


Nunca me livrarei
dos vampiros anêmicos
Nunca os expulsarei
da mesa rústica
de sal e conchas

Ao meu redor
a dança alucinada -
reverso do tango:


Ódio amornado em mel
Ódio guardado vaporoso
Ódio consagrado em si bemol

Purpurina enfática cai
Nas feridas frias
Como manto de rainha bastarda -
Azul - de ódio adulterado




“A liberdade de morrer”





As asas que tu me destes
Rotas de Invernos
Ancoradas na ausência

As asas desfraldadas
Em suicídio adiado
No parapeito viscoso
- Décima espiral do Inferno de Dante



“Dame el ocaso en una copa!”


Velhas estradas bifurcadas
Lentas aparições de fantoches
Nas alamedas do nada

 
 
 
“Doce como o massacre de sóis”



Oito canhões na praça de guerra
Apontam para o peixe
Que traz a paz nas guelras


Quatro gaivotas suicidas
Lambem o babado azulado
Do triste mar-flamenco

Lembro um filme de Babenco:


Ana e o vôo
Mariposas no quarto lúgubre
Suas mãos em concha
A esmagar a eternidade insalubre

Bárbara Lia
do livro - A flor dentro da árvore

- Títulos das poesias deste livro são versos de Emily Dickinson
- A foto com roupa negra (qual Emily) é de 1976, nem tenho certeza, é em uma idade mais próxima à idade de Emily Dickinson nesta que é uma de suas poucas imagens...
- Local de venda do livro:

Joaquim Livraria & Sebo
Rua Alfredo Bufren, 51 - Centro
Curitiba (PR)

telefone - +55 41 3078-5990

e-mail info@joaquimlivraria.com.br

(a livraria colocou alguns exemplares na estante virtual)