Tuesday, August 23, 2016

Bistrô de la poésie: algumas imagens

Stella de Resende e seu marido Cláudio, eu, Jane Bodnar e seu marido Samuel Oliveira, Jandira
Zanchi, Fabiana Lucca e Bruno Marafigo.


Bárbara Lia


Stella de Resende - irmã do poeta homenageado - ao meu lado na abertura do recital


                                          Jane Bodnar

                                                                       Jandira Zanchi


Bruno Marafigo

                                                                    Samuel Oliveira


Regina  Bustolin

                                                                           Julia Raiz


                                                       

                                                                           Stella de Resende


Sr. Resende, pai do poeta Reginaldo Rollo Possetti de Resende

Paulo Roberto Pereira Vallin


algumas imagens da noite poética - homenagem a Rollo de Resende.
as fotos são de Karoline Schast

grata à curadora do evento - Bistrô de la poésie - Jandira Zanchi, pelo convite e à Fabiana Lucca, por ceder o espaço para estas noites poéticas... os poetas compareceram, velhos parceiros do Rollo de Resende, na vida e na poesia, e jovens poetas que se encantaram com seus versos... 

Na atmosfera linda da homenagem, doces e uma pequena celebração (dia 24 é meu aniversário).
Quem foi pode provar meus beijinhos e os bombons que a Jandira Zanchi fez, todo mundo aprovou. Poetas prendadas  
O bom dos encontros poéticos é que as parcerias vão surgindo, as próximas etapas, a Arte. 
Ontem quase li um conto no palco, embalada pela presença do Bruno Marafigo que leu sua prosa, mas, no final foi só a poesia, no palco, no bistrô e até na chuva. Grata aos poetas que compareceram, à platéia que aguardou para ligar a TV só no final da final olímpica, depois de toda poesia...
O presente mais insólito - que eu amei ganhar - Stella trouxe rapadurinha - que o Rollo amava - e eu lembrei que meu pai também amava. Grata por estes mimos. O livro do poeta Claudinei Vieira (Yūrei, Caberê) da coleção patuscada, presente da Jandira Zanchi.

Dada largada para os meus 61 anos...
Muito linda a fala da Jane Bodnar ontem, o testemunho das pessoas que conviveram com ele a lembrar os detalhes poéticos, um poema inédito que Rollo dedicou à enfermeira que cuidou dele no final da vida, lembrar que ele fazia pão... E minha torcida silenciosa para que ela reedite o belo projeto - homeopoética.