Thursday, August 18, 2016

isto não é um poema de amor...

   
      imagem: wikipédia


é tão patético que chega a ser triste
é tão cínico que chega a ser trágico
é tão pequeno que não merece nada
nem um olhar de dois segundos e
nunca desperdiçar o ar da vida 
- neurônios, lágrimas ou paz -
é pobre da pobreza que não traz luz

descartar! tem um poema acenando ali
na janela clara, na vida rara, na maresia
tem um mundo mar de cádiz... yo me voy
adiós!

Bárbara Lia