Sunday, January 14, 2007

FERNANDO PESSOA


















"Ah, todo o cais
é uma saudade
de pedra"

"O meu cansaço é
um barco velho, que
apodrece na praia deserta"

"Sou um doido que estranha sua própria alma"



Quando fui outro
Fernando Pessoa
Ed. Objetiva
Organização - Luiz Ruffato