Wednesday, October 10, 2007

ADAMARE






















Dante bebendo água do Lethes
Jean Delville


Yo sin ti:
Catedral de arcilla. Campo segado.
Esperanza de brisa. Ángel despistado.
Desnuda de luz y vida.

¡Adamare! ¡Adamare!
Mantra de medievales baladas.
¡Adamare! ¡Adamare!
Balcón de flores, manos con alas.

Velo en el balcón.
Cristales de lágrimas.
Estrellas que sigo callada.

Pájaro invisible - Pegaso.

¡Adamare!
Río que desagua en el adiós.


BÁRBARA LIA


Na aldeia de Montaillou - Sul da França - no final do século XII, a Inquisição prendeu metade da aldeia e os julgou por heresia. Nos arquivos da Inquisição o historiador Emmanuel Leroy Ladurie encontrou termos latinos utilizados pelos cátaros para definir o - querer bem: Quando alguém gostava apenas de outro utilizava-se a palavra - Amare. Quando gostava muito a palavra era Diligere. Para quem amava realmente a palavra era ADAMARE.