Monday, September 01, 2008


- Lago Barigui - um verão antigo -

.


Passei a vida inteira comendo sonhos.
Comendo sonhos como os homens das cavernas comiam carne crua.
Passei a vida inteira comendo possibilidades abortadas.
Recolhi a flor no ventre escuro do caule.
Acendi estrelas com incenso em brasa.
Passei uma vida de encantar o tolo e encantar-me pelo nada...
Só tua carne me alimenta.
Só tua possibilidade é o parto de uma nebulosa de gerânios...
Eu, a parteira, recebendo mil flores entre os dedos...
Só tu acendes estrelas com teus dedos de carne.

Bárbara Lia
...