Saturday, July 10, 2010

Ponte Necessária



TODAS AS MANHÃS
                        para Ferreira Gullar


a existência é um instante
convém não chorar suicidas
ou o dorso etéreo da vida

toda hora é apenas
a sequência invisível
de um fotograma súbito
e tudo é, todos somos
construção que desaba
: há, a todo fim, somente história
tua, minha, de todos, no ar,
no vento, no ventre e nos passos
esquecidos sobre a terra
em verdade, perdidos
estamos todos pela vida
como se diante de um muro
: o futuro, é preciso cuidado

e assim é, assim somos
finitude óbvia o tempo todo,
todas as manhãs, cada qual
com seu gesto bom, palavrão

e abismo

Ernani Fraga
Ponte Necessária
Edições Costelas Felinas/2010