Tuesday, July 06, 2010

Frida

Frida Kahlo



A coluna partida é um dos quadros que mais admiro, Frida é o espelho. Tão próxima que me fundi com ela quando li sua vida em 1992. Era eu - Era ela. Sangue de índio, liberdade sem rédeas, pés com resquícios da doença infantil. Éramos nós fundidas em um quarto fechado, meu mundo mergulhando na aura de um tempo que traria esta proximidade lúdica. À sombra dos murais em flor é uma poesia escrita a partir desta obra. Frida nasceu em 06 de julho de 1907. Ícone. Deusa tolteca. Presença Potente. MULHER.




La vie en noir

 


Cantar a dor – Piaf
Pintar a angústia – Kahlo
Esculpir a mágoa - Claudel


Não me afasto dos mitos
Escrevo o abandono
Com a coluna partida
La vie en noir



Bárbara Lia
- Coreografia do caos
21 gramas/2010