Sunday, December 05, 2010

Guerra do Brasil - Contos da Guerra do Paraguai - SYLVIO BACK









UM BACK é o belo texto do Marcelino Freire na Orelha do Livro.
Belas ilustrações de Cárcamo
O Poeta apresenta o livro aqui no site - Cronópios:
http://www.cronopios.com.br/site/prosa.asp?id=4807
Amei o conto instigante (Lavincha) na voz de Elisa Lynch.
Não consigo falar sobre quem me deixa muda com sua arte.
Então, é ler o livro.


--- fragmento ---


LAVINCHA (PG. 21)


Sim, amei Francisco Solano López, o homem mais belo e poderoso do continente americano.
Sim, levei o primeiro piano ao Paraguai e compus a primeira guarânia.
Sim, amealhei lágrimas de desprezo e de ódio às matronas de Asunción.
Sim, joguei-as no rio Paraguai para deleite dos caiman yacare.
Sim, senti saudades da minha "casa de bonecas" em Paris, onde dançava com meu Francis, tonto de Bordeaux e de paixão.
Sim, fui a maior latifundiária do mundo, ganhei dele todas las haciendas del Paraguay.
Sim, quis ser a rainha de um novo império guaranítico, sem a intolerância e a dissimulação dos jesuitas.
Sim, herdei cicatrizes mis e deserdei fortunas afins.

...

pausa para comentar estes fragmentos mínimos:
- Quarenta afirmações de Elisa Alicia Lynch contam sua história nos braços de Solano e em terras do Paraguay. Acima as oito primeiras afirmações. Uma epopéia poética que leva a gente em um turbilhão...
e encerra com o último Sim fatídico e um único Não.

...

Sim, morri na miséria em Paris, expulsa do Paraguai, acusada de gran-putana, ladra e assassina.
Não, sou Elisa Alicia Lynch, a Lavincha, a heroina escusa do Paraguai, como ainda hoje cochicha a lingua porca do povo. (pg.24)

Guerra do Brasil - Contos da Guerra do Paraguai - Sylvio Back





E, para março, a estréia de - O Contestado - Restos Mortais: