Thursday, November 09, 2006

DESDÊMONA







Olhou-me como nuvem,
a sugar os vapores
da minha alma.
Por que ele é meu deus,
guardei-o em um lago
onde Iago
jamais chegará.


BÁRBARA LIA

imagem: Terra Laurant


- no endereço abaixo, falo um pouco sobre o fazer poético:

ENTREVISTA PARA 'CURITIBA DIA E NOITE"
- DA JORNALISTA FLÁVIA PRAZERES
.