Saturday, July 24, 2010

Uma lua em teu ventre (fragmento)

Foto Ana Mestre - Portugal


(...)



As mãos paternas
elevam-me diante
da luneta que lembra
fuzil hasteado
e entre a eternidade
e a terra
pernas magras
balançam, nadam no ar
dos segredos
Flutuam entre Deus
e o nada
Somos o nada
A lua flutua
azul e enfeitiçada
fluorescente
náutica e errante
diante dos meus nove anos
Expectadora do impossível
um astro vergado
em minha íris
e a solidão desmascarada

(...)
Bárbara Lia